quarta-feira, 30 de dezembro de 2015





Ser professor é ter o dom de saber germinar sonhos.







Neste ano letivo 2015-2016, na Escola Secundária Carlos Amarante, continua a ser este blogue um dos meios para divulgar "sonhos"! 
Surgem algumas atividades germinadas com alunos da turma B1 do 8º ano.
 Português e a Direção de Turma entrelaçam-se nas aulas com o 8º B1.





1º Período

Projeto O Anjo e a Cidade

Inauguração: 11 de dezembro, pelas dezoito e trinta, no Museu da Sé de Braga.

Envolvidos: A turma do 8º B1 no âmbito das disciplinas de Educação Visual (primordialmente) Português e Espanhol, articulando também com os encarregados de educação. 

Organização: Representante dos encarregados de educação, Maria Tavares, apresentou, em outubro,  à diretora de turma uma oportunidade de coesão e de cooperação uns com os outros num projeto comum e de articulação horizontal, em que a motivação poderá abrir outros horizontes e vontades sobre os seus relacionamentos e posturas.



Contributo do 8º B1 2 anjos em tamanho real (± da altura de uma criança de 8 anos), em arame e fio de trapo. Os anjos, foram, posteriormente, eletrificados.
Mensagens redigidas pelos alunos, expostas em Latim, Português e  Espanhol, dado que muitos dos visitantes do Museu da Sé, vêm da Galiza.

































                                    Projeto 
saber
        Ser e Saber-estar... eis a questão!
Promover competências sociais, pessoais e comunicacionais e promover a interacção entre pares e o respeito pelo outro, para maior consciencialização das regras de convivência dentro e fora da sala de aula






1º período

10 de dezembro de 2015, dia internacional dos direitos humanos.


Aula de Português
 Temática do Bullying
 Cartoons/leitura de imagens realizadas por três alunas da turma alusivos aos direitos humanos
Audição do texto "Enxovalhamento" - reconto . 
Visionamento da Reportagem "Vítimas de Bullying"/RTP1 (in escola virtual)
Resolução de teste de avaliação da compreensão oral.
dinâmica de grupo sobre amizade e respeito - orientada pela psicóloga da escola


Aula de Inglês
Reflexão em pequenos grupos e listagem de argumentos para responderem à questão: até que ponto a sua vida era difícil.
Reconstituição dos grupos para que o porta-voz de cada grupo comunicasse as conclusões dos respetivos grupos iniciais.
Listagem do que não pode voltar a acontecer, no segundo período, sob pena de comprometer as resoluções para a evolução da aquisição de competências do domínio do Saber Ser e do Saber Estar.



2º período

Articulação com a biblioteca da escola, em que o bullying cibernautico será o foco.








Projeto Não existo Só



quarta-feira, 1 de abril de 2015







AEC -  EXPRESSÃO DRAMÁTICA 2º D  - EB 1 DA SÉ
Prof. Maria José Morais Silva
+
Parcerias  
THEATRO CIRCO  e BIBLIOTECA LÙCIO CRAVEIRO DA SILVA
=













 Desenho da Mariana

No 1º período, o Theatro Circo recebeu em dois momentos  diferentes os alunos de Expressão Dramática da EB1…
 Na aula de Expressão Dramática do dia 20 de outubro, a turma D do 2ª ano  fez uma visita guiada ao mais extraordinário e emblemático palco da cidade de Braga, acompanhados da professora Maria José Morais Silva e a professora titular, Raquel Silvestre. Alguns dos desenhos dos alunos estiveram expostos na Biblioteca da EB1 da Sé e partilhámo-los com todo o Agrupamento no portal...







Na aula de Expressão Dramática do dia 5 de dezembro, a turma D do 2ª ano  assistiu à peça “Os Músicos de Bremen” , baseada na narrativa dos Irmãos Grimm, partindo do relato oral do Sr. Joaquim Peças. Todos tiveram a oportunidade de se divertirem com quatro velhos animais  que se unem para serem músicos numa banda de sons imaginários, na procura de um território livre e justo!






No segundo período,  a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva,  colaborando com a professora de Expressão Dramática, recebe  os alunos de Expressão Dramática na  1ª quinzena de cada mês nas Histórias contadas aqui e ali  com a voluntária da Leitura Lara Rocha -  Leitura em voz alta de histórias para exploração do texto e da imagem. Desenvolvimento do nível de compreensão, apreensão de vocabulário e reconto oral. 
Lara Rocha estará na semana da leitura na biblioteca da escola de Real, no dia 16, no âmbito de um projeto Entre Palavras e Livros de encenação de um texto da sua autoria, dinamizado nas aulas de Expressão Dramática do 2º Período. Os alunos do 3º G da AEC Expressão Plástica/ professora Nuna Magalhães são os aderecistas desta peça.
Na escola EB1 da Sé, os alunos de Expressão Dramática, na última semana de aulas, entrarão pelas salas para apresentar  o Compasso da Palavra.





O palco - Biblioteca EB23 de Real

















Os bastidores
















No terceiro período, na Biblioteca da EB1 de real, no dia da família, 15 de maio, as Expressões (Dramática, Plástica e Musical) presentearam as mães presentes com
Miminhos para a mãe


Data
 15 de maio de 2015
Horário
 17.00
Local
Biblioteca EB1 da Sé
Programa
Ovos misteriosos” + Poema “a Mãe” de Luísa Ducla Soares
2º D de Expressão Dramática
Canção “à Minha Mãe”
2º D e 3º G de Expressão Musical
Miminhos para a minha mãe

3º G de Expressão Plástica e meninos poetas




























quarta-feira, 16 de abril de 2014

PALAVRAS CANTADAS 2014

POESIA E MÚSICA








Em final de ano letivo, neste 3º período, nas aulas de português do 7º ano, iremos fazer* uma Play List poética...


Da lista constam poemas escritos e ditos... cantados e recitados...


As palavras e as notas aliam-se para o momento poético e musical de início de aula, seguindo Metas Curriculares, gostos pessoais e deixando envolver sentidos...






* A palavra grega poiesis, deriva do termo  poiein (fazer).



 



 (...)










segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Fóruns de Leitura 2013-2014







Sabiam que Biblioterapia é a  cura pela leitura?

Usa-se literatura

 para ajudar a superar alguma dificuldade ou dor.
A cura pela leitura

Planificação da atividade
 Fóruns de Leitura
I
Objetivos




- Articular domínios e conteúdos entre turmas de 2º ciclo e 3º ciclo.


- Promover o domínio da educação literária:


  • Leitura e interpretação de textos literários de acordo com a lista de obras e textos para iniciação da educação literária 2º e 3º ciclos, com  a lista de livros recomendados para leitura orientada na sala de aula e com a lista de livros que a biblioteca disponibiliza no âmbito das Olimpíadas da Leitura.
  • Tomada de consciência do modo como os temas, as experiências e os valores culturais  são representados nos textos literários.
  • Leitura para fruição estética (leitura oral, recitação e dramatização.
     
    - Promover o domínio da oralidade:
    Participação oportuna e construtiva em situações de interação oral.
    Produção de textos orais corretos, usando vocabulário diversificado.
     
    - Promover o domínio da leitura:
    Leitura em voz alta.
    Utilização de procedimentos adequados à organização e tratamento de informação.
     
    - Promover a criatividade, a inovação e a reflexão.
    - Motivar os alunos para a leitura e estudo.
     
    - Estimular a capacidade de análise, de pesquisa e investigação.
     
    - Diversificar estratégias de ensino.
     
    - Compreender a importância de estar em relação harmoniosa consigo próprio e com o meio que o rodeia.






II


ENCONTRO E PARTILHA DE LEITURAS e DE IDEIAS
 entre alunos de 2 turmas de português


 


1º Fase - Escolha do livro por parte de um aluno individualmente ou em pares na aula de Português, com base nas listas de obras referenciadas nos objectivos específicos. Os professores têm sempre o papel de guia/orientador.


 


2º Fase – Leitura recreativa/fruição estética (individual ou em grupos de leitores -pares) realizada por parte dos alunos envolvidos extra-aula.


 


3ª Fase - Elaboração de um trabalho de abordagem ou recriação da obra lida, seguindo uma ficha de orientação fornecida pelo professor.


 


4ª Fase – Apresentação do trabalho resultante da leitura, na Biblioteca Escolar, nas Sessões dos Fóruns de Leitura.


 


5º Fase -  Produção Escrita (testemunhos da turma) para divulgação à comunidade educativa.


Encorajar cada um, segundo apetências (desenho, escrita…).


 


6º fase – Preenchimento por parte do professor e da turma de ficha de observação/avaliação  do fórum (O conjunto destas fichas corresponderá a relatório de avaliação da atividade “Fóruns de Leitura”).








CONCRETIZAÇÃO






FORUM



Os poderes mágicos e encantatórios da poesia
Data: 17 /03/2014

Local: Biblioteca da escola EB23 de Real
7º D  + 7ºE








POESIA

SONHO
IMAGINAÇÂO
SENSIBILIDADE

ENCANTAMENTO
quando
"dói a vida"


As professoras iniciam o Fórum com o conto "Raízes" de Mia Couto, como forma de abertura da Semana da Leitura ...


de
 Mia Couto















7º D
texto narrativo- Conto
de Mia Couto 






7º E
Texto narrativo
Encantamentos


de José Água Lusa

















texto de imprensa







texto poético
Quem és tu? de Luísa Ducla Soares
Pelo sonho é que vamos de Sebastião da Gama
Azul ar de Alexandre O´Neill
A triste história do zero poeta de Manuel António Pina























7º D + 6ºE






FORUM VIAGENS POR TEMPOS, LUGARES E PESSOAS


Data: 10 /03/2014

Local: Biblioteca da escola EB23 de Real




   Pedro Alecrim

 
    Cavaleiro da Dinamarca

 duas personagens que intitulam os dois livros que surgem neste Fórum “Viagens por tempos, lugares e pessoas”, no âmbito da disciplina de Português.




A viagem que propomos fazer tem como principais passageiros os  alunos do 6º E e os do 7º D.




O percurso será…


… por outros tempos, em que Pedro frequentava a escola e não sendo bom aluno,  esforçava-se nas aulas. Na escola desses tempos,  a par da autoridade e rigor surgia o respeito.

… por outros tempos, em que o Cavaleiro da Dinamarca ao tomar a decisão de ir em peregrinação à Terra Santa, revela a sua fé e compromisso no crescimento como ser humano, acreditando no amor, na família e na amizade/fraternidade.

… por  lugares, surgindo, por um lado, a simplicidade do campo, onde Pedro vivia com a família e, por outro, a beleza e grandiosidade de cidades como  Veneza, Florença e Antuérpia

por pessoas/personagens que nos revelam…

 as suas amizades (Pedro Alecrim e Nicolau // O Cavaleiro da Dinamarca e o Mercador de Veneza)

… as suas histórias…  convívio com os amigos, escolhas e obrigações, amores eternos, pintores imortais, marinheiro aventureiro

 




Viagens por tempos, lugares e pessoas


6º E









Pedro Alecrim reparte os seus dias entre a escola, as brincadeiras com os amigos e o trabalho no campo para ajudar a família. Pedro gosta de andar na escola, embora se interrogue sobre a utilidade de alguma matérias e nem sempre aprecie o feitio de alguns professores. Os dias vão passando com sonhos, alegrias e tristezas. A morte do pai alterará tudo.





LEITURAS


Descrição da aldeia. Amizade entre o narrador e o Nicolau

"[…]Que ideia tola[…]” 

 (in pp. 12 a 14)




Os trabalhos do campo antes de realizar os trabalhos de casa(TPC)

”[…]A minha vida é diferente[…]” 

“E por mais voltas que desse à cabeça, também não conseguia perceber para que eram precisos tantos livros, tantas coisas e coisinhas”.
 (in pp. 15 a 17)

A utilidade da escola e de algumas matérias
 “Não consigo entender muitas coisa […]”
 (in p. 33)



Referência ao internamento do pai

”[…]Já não é a primeira vez que o pai fica doente[…]”
 (in p. 30)

”[…]Sabes, pedro, o Antoninho Alecrim, o teu pai está muito doente.[…]”
 (in p. 95)

Prenúncio da morte
” Tiraram mesas, cadeiras, caixas e a sala […]”
 (in p. 97)

Morte do pai
”[…]Podíamos fazer um acordo de homem para homem[…]”.
 (in p. 131)







7º D

O Cavaleiro da Dinamarca de Sophia M. B. A.




















 NA HISTÓRIA
 DE "O CAVALEIRO DA DINAMARCA"






























ETAPAS
de uma Apresentação







Narrador que nos relata a história do Cavaleiro da Dinamarca, em peregrinação à Terra Santa











"Há muitos anos, há dezenas e centenas de anos, havia um certo lugar da Dinamarca, no extremo Norte do país, perto do mar, uma grande floresta (...). Nessa floresta morava com a sua família um Cavaleiro. Viviam  numa casa construída numa clareira rodeada de bétulas. E em frente da porta da casa havia um grande pinheiro que era a árvore mais alta da floresta."







 LUGARES

















PESSOAS


O
CAVALEIRO DA DINAMARCA
fala com...









... O Mercador de Veneza
 (em Veneza)

Mercador
narra
 História de Vanina e Guidobaldo






... Filippo
(em Florença)

Filippo
narra
História do pintor Giotto
e
História do escritor Dante





... O Capitão de um navio
(em Antuérpia)

O Capitão
narra
História de Pêro Dias, navegador português